Última hora

Última hora

Chuva de aplausos para Bento XVI

Em leitura:

Chuva de aplausos para Bento XVI

Tamanho do texto Aa Aa

Foi sob uma chuva de aplausos que o papa Bento XVI foi recebido no Vaticano.

Nesta audiência, a primeira aparição pública após o anúncio da sua renúncia, Bento XVI explicou-se:

“Caros irmãos e irmãs, como sabeis, decidi…”, começou o Santo Padre a dizer. Mas o discurso foi rapidamente interrompido pelos calorosos aplausos dos oito mil fiéis reunidos na Sala Paulo VI para ver o Santo Padre que, na passada segunda-feira, surpreendera tudo e todos ao anunciar a sua renúncia.

Depois de agradecer a simpatia dos fiéis, Bento XVI continuou: “… decidi renunciar ao ministério que o Senhor me confiou a 19 de abril de 2005. Fi-lo em plena liberdade, para o bem da igreja, depois de orar muito e de um exame de consciência perante Deus, bem consciente da gravidade do ato. Mas igualmente consciente de não ser capaz de exercer o ministério petrino com a força requerida”.

O Santo Padre preside, esta tarde, à missa da Quarta-feira de Cinzas. Inicialmente prevista numa pequena igreja de Roma, a cerimónia decorre, afinal, na Basílica de São Pedro.

A Quarta-feira de Cinzas marca o início dos 40 dias de Quaresma que terminam na Páscoa, altura em que Bento XVI já deverá ter um substituto.