Última hora

Última hora

O eterno legado sul-africano na Berlinale

Em leitura:

O eterno legado sul-africano na Berlinale

Tamanho do texto Aa Aa

Um dos filmes que os críticos consideram mais promisores na Berlinale é “Layla Fourie”, da sul africana baseada em Berlin, Pia Marais. “Layla Fourie” conta a história de uma mãe solteira sul-africana negra que trabalha com polígrafos para detectar mentiras nas entrevistas durante o recrutamento de funcionários para casinos. A história complica-se quando a protagonista mata um homem, branco, num acidente rodoviário, e recorre, ela própria, à mentira para proteger o filho…