Última hora

Última hora

Obama: "guerra à pobreza"

Em leitura:

Obama: "guerra à pobreza"

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama declara guerra à pobreza e promete a defesa da classe média norte-americana ao mesmo tempo que anuncia negociações com a União Europeia para um acordo global de comércio. Com o discurso do estado da nação, o presidente dos Estados Unidos marcou o início do segundo mandato ao estabelecer as metas da governação.

“Hoje, vamos declarar que na nação mais abastada do planeta ninguém que trabalhe a tempo inteiro tem de viver na pobreza. Vamos aumentar o salário mínimo federal para 9 dólares a hora”, declarou. Além desta medida, Obama fez referência a outras que contam com a oposição dos republicanos, como a reforma fiscal e também o reforço do controlo de armas de fogo. Neste último ponto recordou e pediu um voto às famílias das vítimas dos recentes episódios de tiroteio.

Imigração e a retirada completa das tropas norte-americanas do Afeganistão completaram o quadro de intenções do Presidente americano.