Última hora

Última hora

Protesto dos agricultores gregos degenera em confrontos com a polícia

Em leitura:

Protesto dos agricultores gregos degenera em confrontos com a polícia

Tamanho do texto Aa Aa

Os agricultores gregos prosseguem os protestos diários contra a subida do preço dos combustíveis e os novos impostos sobre os produtos agrícolas.

Desde o início da semana, que centenas de pessoas bloqueiam diariamente, durante uma hora, uma das principais auto-estradas de acesso a Atenas.

Um protesto marcado, esta quarta-feira, por violentos confrontos entre manifestantes e polícia que provocaram pelo menos seis feridos, dois dos quais agentes da autoridade.

Em causa está a subida do preço dos combustíveis, agravado pelo aumento dos impostos e a redução dos salários.

Um estudo recente situava a Grécia no sexto lugar, entre mais de 60 países, em termos de custo dos combustíveis.

Os agricultores encontram-se entre os mais afetados, quando, em média, um grego gasta cerca de 15% do salário diário para poder comprar um litro de combustível.

A revolta dos agricultores soma-se aos protestos quase quotidianos contra as consequências das medidas de austeridade do governo.

No ano passado registaram-se mais de 5650 manifestações em todo o país.