Última hora

Última hora

Mais de um milhar de feridos na Rússia

Em leitura:

Mais de um milhar de feridos na Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Uma luz intensa, seguida de uma série de explosões.

É desta forma que os russos descrevem a chuva de meteoritos que esta sexta-feira atingiu a região dos montes Urais.

O último balanço aponta para 1200 feridos, alguns em estado grave.

Um meteoro com cerca de 10 toneladas desintegrou-se ao entrar na atmosfera. A cidade de Tcheliabinsk, a 1.500 quilómetros de Moscovo foi a mais afetada.

Os habitantes não ganharam para o susto:

“De repente uma luz muito clara e pouco usual iluminou a praça. Durou dois a três segundos, depois ouviu-se uma explosão” afirma um homem.

“Parecia uma bola de fogo a voar. Quase me cegou. De repente ficou muito quente e escondemo-nos atrás dos contentores do lixo” refere uma mulher.

As autoridades declararam o estado de emergência em três distritos da região.

Centenas de pessoas foram assistidas nos hospitais, a maioria devido aos estilhaços provocados pela quebra de vidros. Entre os feridos contam-se, pelo menos, 200 crianças.

Um fragmento do meteoro caiu no gélido lago de Tcherbarkoul, perto da cidade de Tcheliabinsk, originando um buraco com vários metros de largura.