Última hora

Última hora

Crise económica domina eleições presidenciais no Chipre

Em leitura:

Crise económica domina eleições presidenciais no Chipre

Tamanho do texto Aa Aa

Com um pedido de resgate internacional como pano de fundo, os cipriotas vão este domingo a votos para escolher o próximo presidente do país.

O grande favorito destas eleições presidenciais no Chipre é Nicos Anastasiades.
O líder do partido da oposição União Democrata, de acordo com as últimas sondagens, tem uma vantagem de quase 20% face ao independente Stavros Malas, apoiado pelos comunistas que estão no poder. Ao que tudo indica, Anastasiades deve garantir a maioria logo na primeira volta, mas caso não consiga,a segunda volta acontece a 24 de fevereiro.
O ainda Presidente Dimitris Christofias, considerado como o “único chefe de Estado comunista” da União Europeia, decidiu não concorrer a um segundo mandato.

Entretanto, está em marcha um pedido de ajuda internacional ao Chipre. Fala-se num empréstimo de mais de 17 mil milhões de euros, dos quais 10 mil milhões serão para recapitalização da banca.

Outro dos temas em debate é a gestão de importantes reservas de gás natural descobertas ao largo da ilha, tanto na chamada zona grega como na zona norte apoiada pela Turquia, que já reivindicou parte dos lucros da exploração.
Por isso, voltou a ser discutida a reunificação do país, dividido desde 1974 na sequência da invasão militar da Turquia.