Última hora

Última hora

Ibéria vive um dos maiores protestos da sua história

Em leitura:

Ibéria vive um dos maiores protestos da sua história

Tamanho do texto Aa Aa

Os 20 mil trabalhadores da Ibéria deram início a uma greve que se prolongará toda a semana.

Trata-se da maior paralisação da história da companhia um protesto contra o plano de reestruturação que prevê 3.807 despedimentos.

Para os passageiros começou uma semana de calavário:

“Escolhi Ibéria mas depois tive de procurar outra ligação porque a primeira falhou, vou agora para outra ligação de maneira a poder chegar ao meu destino, mas tive de apanhar voos diferentes”.

O plano de reestruturação da empresa foi anunciado a 09 de novembro de 2012 e prevê 3.807 despedimentos de 20% da força laboral da Ibéria.

“Os trabalhadores não tiveram outro remédio senão tomarem medidas radicais para defender os seus empregos. Fomos confrontados com planos para cortar mais de 20% dos empregos”.

A greve, convocada por seis sindicatos dos trabalhadores, marca o início de protestos que se vão prolongar até março e que incluirão outras duas paralisações.