Última hora

Última hora

Empresa que vendia cavalo por vaca recupera parte da licença sanitária

Em leitura:

Empresa que vendia cavalo por vaca recupera parte da licença sanitária

Tamanho do texto Aa Aa

A empresa francesa Spanghero, que está envolvida no caso da carne de cavalo em refeições ultracongeladas, vai recuperar parte da licença sanitária para produzir produtos alimentares. A decisão foi anunciada pelo ministro da Agricultura francês após uma reunião com os representantes dos trabalhadores da empresa.

A Spanghero terá então autorização para voltar a produzir carne picada, salsicharia e fazer refeições pré-cozinhadas.
Mas, para já, não vai poder retomar a atividade de armazenamento de matérias-primas congeladas.
A decisão foi recebida com alívio pelos funcionários da empresa que poderam voltar ao trabalho.

Os 300 trabalhadores da Spanghero estavam em regime de ‘lay-off’ desde sexta-feira passada.
Recorde-se que a empresa francesa foi considerada pelas autoridades como a principal responsável pelo escândalo da utilização de carne de cavalo, em vez de carne de bovino, em refeições ultracongeladas.
Esta segunda-feira, a multinacional suíça Nestlé anunciou que vai recolher das prateleiras dois produtos congelados cujos testes sobre a presença de carne de cavalo deram positivo.