Última hora

Em leitura:

Síria entre bombas e tentativas de diálogo


Síria

Síria entre bombas e tentativas de diálogo

Pelo menos 31 pessoas foram mortas na explosão de um carro-bomba que atingiu o centro de Damasco .

A maioria das vítimas foi provocada perto de um edifício de escritórios, centro de decisão do presidente Bashar al-Assad, do Partido Baath.

Entre os mortos estão maioritariamente civis e alguns membros das forças de segurança.

Mais duas explosões foram registadas no norte da cidade, no bairro de Berzé desconhece-se ainda se terãao causado vítimas

A guerra civil continua sem fim à vista, apesar das tentativas de pacificação do conflito.

Líderes da Rússia e dos países que integram a Liga Árabe ofereceram-se para mediar negociações diretas entre os rebeldes e o governo do presidente Bashar al-Assad, na Síria, num derradeiro esfor4o de travar uma guerra civil que dura quase dois anos, tendo causado já mais de 60 mil mortos.

O chefe da Liga Árabe, Nabil Elaraby e o ministro dos Negócios estrangeiro russo, Sergei Lavrov, estão de acorod que uma solução militar para o conflito representaria uma destruição mútua.

A oposição síria parece no entanto desfavorável ao diálogo numa altura em que o regime de Bachar da sinais de cansaço.

Até agora os dois lados têm rejeitado o contato direto e deixado claro que o objetivo continua sendo a vitória militar.

A proposta dos russos e árabes chega pouco antes de uma reunião de dois dias do Conselho Nacional Sírio (que congrega as forças opositoras), marcada para ter início nesta quinta-feira, no Cairo.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Alegado grupo neonazi ataca adeptos dos "Spurs"