Última hora

Última hora

Tensão na península coreana

Em leitura:

Tensão na península coreana

Tamanho do texto Aa Aa

Dez dias depois do globalmente criticado teste nuclear norte-coreano o ambiente é azedo entre as duas nações tecnicamente ainda em guerra desde há 60 anos.

Numa altura em que se levantam questões sobre o tipo de teste realizado e a possibilidade de um iminente novo ensaio nuclear, dezenas de manifestantes demonstraram em Seul a aversão ao regime de Pyong Yang.

“Não podemos tolerar as armas nucleares da Coreia do Norte. Pedimos ao Povo da República da Coreia para ser mais sensível em relação à nossa segurança e trabalhar em conjunto para desnuclearizar o norte”, afirmou um manifestante.

Do outro lado do paralelo 38, linha que separa as duas nações irmãs desde o cessar-fogo de 1953, são realizados eventos de celebração pelo ensaio nuclear.

Depois de todos os técnicos que trabalharam no teste terem sido convidados a visitar a capital da Coreia do Norte com privilégios, foi emitida na televisão do regime uma canção chamada “explosão” a glorificar os recentes testes e a eventual “explosão” do vizinho sul.