Última hora

Última hora

14 mortos em atentados na Índia

Em leitura:

14 mortos em atentados na Índia

Tamanho do texto Aa Aa

Na Índia, 14 pessoas morreram e 119 ficaram feridas depois de várias bombas terem explodido na cidade cidade de Hyderabadm no sul do país esta quinta-feira. Este é o último balanço feito pelas autoridades indianas.
As autoridades dizem que estes atentados podem estar relacionados com a execução, no início deste mês, líder separatista da Caxemira, condenado à morte por participar num ataque islamita contra o Parlamento em Nova Délhi em dezembro de 2001.

Hanumantha Rao, líder do partido que tem maioria do parlamento, defende que “desta vez, todos os partidos políticos devem estar juntos para combater o terrorismo. Não se pode cair no mesmo, podemos criticar-nos mais tarde, agora não é a altura.”

As autoridades revelaram que já tinha recebido informação sobre possíveis ataques acreditam que estes atentados também estão relacionados com a abertura da nova sessão parlamentar em Nova Delhi.
O líder do partido oposição, Rajnath Singh, diz que acredita “que os separatistas estão a tentar desafiar a Índia. Deve ser feita uma investigação exaustiva ao incidente.”

Duas das bombas estavam em bicicletas, numa zona muito movimentada, onde estão instaladas várias empresas tecnológicas.