Última hora

Última hora

Entre guerra de divisas e diferendos laborais

Em leitura:

Entre guerra de divisas e diferendos laborais

Tamanho do texto Aa Aa

Na cimeira do G20, em Moscovo, Mario Draghi disse haver muita “tagarelice”, sobre a guerra de divisas, que considera “inapropriada ou infrutífera, um caso de autodefesa”. Dias depois voltou a falar no Parlamento Europeu, procurando acabar com os receios sobre o tema.

Mariano Rajoy tentou fazer face às preocupações com a economia espanhola. Perante o parlamento, o primeiro-ministro espanhol insistiu que o país já viveu o pior da crise. Anunciou novos incentivos para as empresas, mas avisou que não haverá relaxamento em termos de austeridade.

O governo francês foi arrastado para uma nova discussão sobre as suas políticas, após uma carta altamente polémica do patrão da Titan International, fabricante norte-americano de pneus.

Abordamos todos estes temas nesta edição de Business Weekly, com Caroline Hyde, da Bloomberg.