Última hora

Última hora

Primeira semana de greve da Iberia afeta 71 mil passageiros

Em leitura:

Primeira semana de greve da Iberia afeta 71 mil passageiros

Tamanho do texto Aa Aa

A primeira semana de greve dos trabalhadores da companhia aérea espanhola Iberia termina com 1220 voos cancelados e mais de 71 mil passageiros em terra.

O protesto, que deverá prolongar-se por mais duas semanas em Março, ocorre num momento em que os sindicatos prosseguem as negociações para tentar evitar o despedimento de 3.807 trabalhadores, à luz do programa de reestruturação apresentado pela direção da companhia.

Uma passageira afetada pelo protesto admite, “os trabalhadores têm direito de defender os seus direitos, mesmo que ao final, sejam os passageiros que sofrem as consequências do protesto”.

Um turista britânico, retido no aeroporto de Madrid, afirma que, “o voo que deveria fazer a escala entre São Paulo e Londres foi cancelado, e não sabemos como vamos chegar a Londres, nem onde se encontram as nossas bagagens. Sim temos alguns problemas, neste momento”.

Depois de uma manifestação que reuniu mais de 8 mil trabalhadores em Madrid, os sindicatos afirmam hoje que vão prosseguir a paralização nas semanas de 4 e 18 de março, a par com a continuação das negociações, depois da nomeação de um mediador independente.

O plano de reestruturação, deverá ser iniciado no dia 14 de março, é defendido pela direção da empresa como a única solução para fazer face à queda dos benefícios da empresa desde a sua fusão com a British Airways em 2011.