Última hora

Última hora

Dia de reflexão antes das legislativas em Itália

Em leitura:

Dia de reflexão antes das legislativas em Itália

Tamanho do texto Aa Aa

Dia de reflexão em Itália antes das legislativas de domingo e segunda-feira. O cineasta Nanni Moretti surgiu ao lado do favorito à vitória, Pier Luigi Bersani, no teatro de Roma escolhido pela coligação de centro-esquerda para o derradeiro apelo ao voto.

A campanha encerrou sob um clima de incerteza em relação à potencial instabilidade política do futuro governo, se não for possível formar uma maioria no Senado, onde se joga verdadeiramente este sufrágio.

Sílvio Berlusconi faltou ao comício de encerramento da sua campanha em Nápoles. Uma “forte conjuntivite” impediu il Cavalieri de estar fisicamente presente, mas os apoiantes vibraram com a mensagem vídeo difundida num écran gigante.

Um discreto teatro de Florença, foi o local escolhido por Mario Monti para apelar uma última vez ao “voto responsável”. É que, mesmo sem sondagens publicadas nos 15 dias anteriores à eleição, há indicações que o primeiro-ministro demissionário está a cair nas intenções de voto para níveis em que será impossível um acordo com Bersani para garantir a maioria no Senado. O culpado desta situação é Beppe Grillo.

O comediante, que promete “correr” com os políticos, foi o único a fazer uma campanha tradicional, com banhos de multidão, e poderá ser o segundo mais votado nas legislativas, se conquistar uma boa parte dos quase 30% de indecisos.