Última hora

Última hora

Itália: Eleições legislativas

Em leitura:

Itália: Eleições legislativas

Tamanho do texto Aa Aa

Perto de 51 milhões de eleitores italianos escolhem, hoje e na segunda-feira, um novo governo.

O crescimento económico, a revisão do sistema fiscal e a redução da dívida – mais de 120 por cento do Produto Interno Bruto – são os três principais desafios para o governo que sair destas eleições.

Ao meio cerca de 15 por cento dos eleitores já tinham cumprido o seu dever cívico.

“Neste momento a Itália precisa de ser bem governada, porque caso contrário teremos um fim triste”, disse uma eleitora de Milão.

“Prevejo para os próximos dois anos uma situação muito instável. Penso que na terça-feira os mercados vão reagir negativamente”, afirmou um outro eleitor.

“Não sei. Não, não. Lamento mas não há ninguém capaz”, disse um habitante de Roma.

Nestas eleições que estão a ser observadas com atenção pelos parceiros europeus, especialmente da zona euro, cerca de 30 por cento dos eleitores estavam indecisos sobre em quem iriam votar.