Última hora

Última hora

Oposição síria rejeita oferta de diálogo e suspende todas as conversações internacionais

Em leitura:

Oposição síria rejeita oferta de diálogo e suspende todas as conversações internacionais

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição síria rejeitou hoje o novo convite ao diálogo endereçado pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros sírio em Moscovo.

Durante um encontro com o seu homólogo russo, Serguei Lavrov, Wallid al-Muallem afirmou que o regime está preparado para o diálogo, incluindo com os grupos armados que têm as mãos manchadas de sangue.

Mas o convite foi imediatamente rejeitado pelo presidente da coligação nacional síria, Moaz Khatib, de visita ao Cairo, que voltou a exigir a demissão do presidente Bashar-al-Assad como pré-condição para o início das discussões.

A oposição decidiu igualmente suspender todas as conversações, mesmo com o representante diplomático dos Estados Unidos, previstas para quinta-feira, em Roma.

Para Ryan Crocker, antigo embaixador americano na Síria, “só a Turquia poderá neste momento liderar uma iniciativa de diálogo com as personalidades mais moderadas do regime e da oposição com vista a um acordo entre as duas partes. Se tal acontecer não vai ser difícil que esse consenso seja aceite pelos elementos mais extremistas, quer no campo de Assad quer no campo do rebeldes”.