Última hora

Última hora

Futuro de Itália passa por Beppe Grillo

Em leitura:

Futuro de Itália passa por Beppe Grillo

Tamanho do texto Aa Aa

Beppe Grillo foi o fator surpresa destas eleições e pode agora ter a chave do futuro do país. O Movimento Cinco Estrelas, que o comediante criou como força antipolítica, tornou-se no maior partido individual, e terceira força do país, atrás das coligações de centro-esquerda e centro-direita. Conseguiu cerca de 25 por cento e elegeu dezenas de deputados, na maioria jovens: “Estamos a viver um momento de mudança histórica, na cultura, na política e na economia. Este movimento traz algo de diferente, não se trata aqui de discutir alianças. Significa que os cidadãos começam a fazer parte do Estado e não podem delegar em ninguém”, diz Grillo.

Mesmo se Beppe Grillo fez carreira na comédia, os analistas começam a levá-lo a sério. Com a votação conseguida nestas eleições, o Movimento Cinco Estrelas vai ter uma palavra a dizer: “Temos de olhar com muito cuidado para o movimento de Grillo e o que está dentro dele. Temos que evitar catalogá-lo como um movimento antipolítico, porque é muito mais do que isso. Pode ser um ponto de partida para percebermos como vai ser o futuro político de Itália”, diz Monica Maggioni, editora no canal noticioso RaiNews24.

Nos últimos anos, o “blog” de Grillo tornou-se imensamente popular. “Persona non grata” por parte das televisões, quer as do Estado, quer as de Berlusconi, Grillo impôs-se junto do público italiano através da Internet e criou uma legião de fãs.