Última hora

Última hora

Imagina no Mónaco

Em leitura:

Imagina no Mónaco

Tamanho do texto Aa Aa

A Imagina é um evento anual de tecnologia a acontecer no Mónaco. Este ano inteiramente dedicado à tecnologia dentária 3D e a laser, com as mais recentes inovações nos cuidados de saúde. A feira foi inaugurada pelo príncipe Alberto do Mónaco.

Euronews: “A Imagina deste ano focou-se totalmente na área da medicina dentária. Qual é a razão da mudança?”

Laurent Puons, Diretor Geral da Imagina: “É isso mesmo, este ano decidimos concentrar-nos na medicina dentária porque as tecnologias digitais a 3D e a laser podem ter um grande número de aplicações, e podem ajudar a melhorar o diagnóstico e o conforto do paciente em certas situações.”

As formas de tratamento já conhecidas estão a ser substituídas pelo laser. A vantagem é que não cria calor ou vibração, por isso é um método menos doloroso do que as práticas convencionais.

Marko Kayic, Engenheiro: “Vou mostrar agora uma forma retangular…Agora o laser está a remover camada por camada na forma retangular. Há quatro ou cinco camadas. E o buraco já está feito.”

Foram apresentadas os mais recentes avanços em imagens de alta resolução digital. A máquina em exposição pode ser adaptada à morfologia de cada paciente e os raios X são apenas dirigidos para uma área específica da boca, reduzindo assim o índice de radiação.

Euronews: “Este ano, na Imagina temos em exposição não apenas novas tecnologias para diagnóstico e terapias, mas também tecnologia para ultrapassar o medo do dentista.”

Uma inovação brasileira que visa minimizar o stress do paciente e a fadiga durante o tratamento.

Erick Lazarus, especialista em tecnologia dentária: “Existe um sistema de massagem integrado, com um comando remoto para os pacientes, para que possam escolher qual tipo de massagem: pulsação, contínua, ondas, etc. Também existe um sistema de cromoterapia, uma iluminação que emite ondas circulares de diferentes cores na sala do dentista, é muito relaxante para os pacientes.”

Há também novos tipos de aparelhos ortodônticos. Aparelhos que são transparentes, removíveis e praticamente invisíveis.

Patrice Bergeyron, dentista:“Quando os dentes estão atravessados, tortos ou fora do lugar, ou se fazem dentes falsos ou se pega em cada dente e alinha-se. E estes são verdadeiros, dentes naturais, direitos e brancos. Não são falsos. Começamos por fazer uma imagem ótica, que nos permite fazer um modelo dos dentes. Estes aparelhos são fabricados por dentistas e ortodontistas, mas substituem todas as consultas regulares. Como é feito por medida pode ser mudado em casa. Sem necessidade de ir ao dentista para o ajustar.”

Um sistema com uma série de aparelhos transparentes, cada um ligeiramente diferente. No final do tratamento, os dentes ficam alinhados.