Última hora

Última hora

Maradona reafirma ser "inocente" no processo de fuga ao fisco em Itália

Em leitura:

Maradona reafirma ser "inocente" no processo de fuga ao fisco em Itália

Maradona reafirma ser "inocente" no processo de fuga ao fisco em Itália
Tamanho do texto Aa Aa

Maradona reafirmou ser “inocente” no processo em que o fisco italiano reclama perto de 40 milhões de euros em impostos não pagos durante o período em que representou o Nápoles.

O astro argentino foi recebido como herói pelos muitos que não esquecem a sua passagem pelo clube napolitano. Em conferência de imprensa, Maradona esclareceu que não está em Nápoles para se encontrar com o presidente do clube ou da câmara da cidade, mas sim para dizer que é “inocente”.

“El Pibe de Oro”, hoje com 52 anos, afirmou também que, apesar de lhe agradar a ideia de treinar o Nápoles, não quer atrapalhar o trabalho de Walter Mazzarri e considerou ter sido melhor jogador do que Messi.

Atualmente a viver no Dubai, Maradona diz-se perseguido pela justiça italiana que reclama 37,2 milhões de euros em impostos referentes ao período entre 1985 e 1990 quando atuava no Nápoles. Maradona alega que os assuntos fiscais eram tratados pelo presidente do clube e pelo seu agente e que ele se limitava a jogar. Erros no processo levaram a justiça a ordenar uma nova investigação no final do ano passado.