Última hora

Última hora

Maradona reafirma ser "inocente" no processo de fuga ao fisco em Itália

Em leitura:

Maradona reafirma ser "inocente" no processo de fuga ao fisco em Itália

Tamanho do texto Aa Aa

Maradona reafirmou ser “inocente” no processo em que o fisco italiano reclama perto de 40 milhões de euros em impostos não pagos durante o período em que representou o Nápoles.

O astro argentino foi recebido como herói pelos muitos que não esquecem a sua passagem pelo clube napolitano. Em conferência de imprensa, Maradona esclareceu que não está em Nápoles para se encontrar com o presidente do clube ou da câmara da cidade, mas sim para dizer que é “inocente”.

“El Pibe de Oro”, hoje com 52 anos, afirmou também que, apesar de lhe agradar a ideia de treinar o Nápoles, não quer atrapalhar o trabalho de Walter Mazzarri e considerou ter sido melhor jogador do que Messi.

Atualmente a viver no Dubai, Maradona diz-se perseguido pela justiça italiana que reclama 37,2 milhões de euros em impostos referentes ao período entre 1985 e 1990 quando atuava no Nápoles. Maradona alega que os assuntos fiscais eram tratados pelo presidente do clube e pelo seu agente e que ele se limitava a jogar. Erros no processo levaram a justiça a ordenar uma nova investigação no final do ano passado.