Última hora

Última hora

Grupo 5+1 disponível para aligeirar sanções contra o Irão

Em leitura:

Grupo 5+1 disponível para aligeirar sanções contra o Irão

Tamanho do texto Aa Aa

O Irão e a comunidade internacional regressam à mesa das negociações, após oito meses de impasse, sem grandes expetativas de resolver a questão do polémico programa nuclear iraniano.

Em cima da mesa da reunião de dois dias, que se iniciou na terça-feira em Almaty, no Casaquistão, está a proposta do grupo 5+1 (EUA, Rússia, China, França, Reino Unido e Alemanha) de aligeirar as sanções contra Teerão no que toca ao comércio de ouro e pedras preciosas, em troca do encerramento de uma instalação de enriquecimento de urânio em Fordo.

Um analista político iraniano sublinha que, “a continuação das sanções vai dar mais razões ao governo e à população para apoiar o programa nuclear. As sanções vão aproximar ainda mais a nação e o governo”.

Os negociadores iranianos prometeram apresentar, esta quarta-feira, uma contra-proposta, depois de terem rejeitado por várias vezes suspender os avanços na produção de urânio enriquecido.

Segundo um relatório da Agência Internacional de Energia Atómica, Teerão teria instalado novas centrifugadoras na central de Natanz, na semana passada, capazes de acelerar a produção de combustível radioativo.

A proximidade das presidenciais iranianas de junho faz temer já um fracasso das negociações, uma situação assumida pelas duas partes, que afirmam que o melhor resultado da reunião será a convocação de uma nova ronda negocial para depois do sufrágio.