Última hora

Última hora

Bento XVI diz adeus aos cardeais: "Entre vós está o próximo Papa"

Em leitura:

Bento XVI diz adeus aos cardeais: "Entre vós está o próximo Papa"

Tamanho do texto Aa Aa

Durante uma intervenção não programada perante os cardeais no Vaticano, Bento XVI prometeu ao seu sucessor “deferência e obediência incondicional”. O Papa, que anunciou a resignação a 11 de fevereiro, termina hoje o seu pontificado.

“Entre vós está o novo Papa a quem declaro incondicional reverência e obediência”, disse Ratzinger aos cardeais.

O Papa Bento XVI esteve reunido com os cardeais da Cúria Romana para se despedir. O encontro, em que participaram uma centena de cardeais, decorreu na Sala Clementina, no Palácio Apostólico.

“Nos últimos oito anos vivemos com a Fé momentos de luz radiantes no seio da Igreja bem como momentos com algumas nuvens escuras no céu”, disse o ainda Papa.

O decano dos cardeais, Angelo Sodano, dirigiu umas palavras a Bento XVI e o Papa falou individualmente com todos os cardeais.

O Papa emérito ainda vai acenar aos fiéis locais antes de partir, às 16 horas de Lisboa (mais uma em Roma).

Pelas 20 horas locais, a Guarda Suíça, que guarda a porta do palácio, concluirá o seu serviço e assim ficará assinalado o momento em Bento XVI deixa de ser Papa, depois de 8 anos de pontificado.

O porta-voz da Santa Sé afasta qualquer relação entre a nomeação do subsecretário de Estado do Vaticano Ettore Balestrero como núncio apostólico para a Colômbia com um suposto envolvimento do sacerdote no caso “Vatileaks”.

O padre Federico Lombadi reagiu “às notícias que têm saído nos últimos dias” na imprensa e que encaram a ida do agora arcebispo D. Ettore Balestrero para a América do Sul não como uma “promoção” concedida por Bento XVI mas como um afastamento do “centro de poder” da Igreja Católica. Para o diretor da sala de imprensa da Santa Sé, esta teoria “é absurda e totalmente sem fundamento”.