Última hora

Em leitura:

Garantia para a Juventude tem "luz verde" dos ministros europeus do Emprego


A redação de Bruxelas

Garantia para a Juventude tem "luz verde" dos ministros europeus do Emprego

Quatro meses depois de terminarem os estudos, os jovens com menos de 25 anos devem ter uma oportunidade para construir uma carreira. A proposta consta da Garantia para a Juventude que recebeu o acordo polítco dos ministros do Emprego da UE, esta quinta-feira, em Bruxelas.

“Esta garantia visa, em particular, aumentar a empregabilidade dos jovens com menos de 25 anos. Mas o facto de que muitos jovens vão poder começar a trabalhar mais cedo, ou fazer um estágio ou uma formação, também irá melhorar a qualidade do emprego que vão obter”, explicou Laszlo Andor, comissário europeu para o Emprego, que elaborou a proposta.

Portugal registou, em 2012, uma taxa de desemprego jovem de 38,7%, bem acima da média da UE, que é 23,7%. Grécia e Espanha são os países mais afetados, com valores acima dos 50%.

A Plataforma Social, que reúne organizações não governamentais europeias do setor social, considera a medida positiva, mas insuficiente.

“É apenas um marco neste domínio, mas o problema principal é ver como se podem criar mais postos de trabalho, quais as políticas industriais que são necessárias. Temos que travar esta aplicação cega da austeridade”, disse o seu presidente, Conny Reuter.

O financiamento da garantia deverá vir dos habituais fundos sociais e de coesão, a que se juntará uma parte dos seis mil milhões euros da nova Iniciativa Emprego para a Juventude.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

A redação de Bruxelas

Relatório interno da UE sobre Israel/AP causa embaraço diplomático