Última hora

Última hora

O fim de um capítulo da igreja católica

Em leitura:

O fim de um capítulo da igreja católica

Tamanho do texto Aa Aa

O pano está prestes a cair e a encerrar o pontificado de Bento XVI. Uma multidão de cerca de 150 mil pessoas assistiu à última audiência pública do Papa, que foi também o penúltimo ato dos oito anos de Joseph Ratzinger como chefe máximo da igreja católica.

Na praça de S. Bento, os fiéis despediram-se do papa alemão, alguns fizeram-no de uma forma emotiva. “Foi muito emotivo devido ao significado de toda a audiência, porque foi a última e por causa da luz que transmitiu a todos os fiéis e não fiéis, porque a mensagem evangélica é universal”, diz Javier Lisaraga, padre de Pamplona,

Os cardeais de todo o mundo continuam a chegar ao Vaticano e já iniciaram consultas informais sobre a nomeação do próximo homem a usar o anel de pescador e as sandálias vermelhas, símbolo do sangue dos primeiros mártires cristãos.

Uma das primeiras decisões é estabelecer a data do conclave na capela Sistina para iniciar o processo de eleição do Sumo Pontífice.

Enquanto isso, esta quinta-feira, Bento XVI retira-se para a residência de verão dos Papas, em Castel Gandolfo, a poucos quilómetros de Roma, onde ficará alguns meses antes de se retirar definitivamente num convento do Vaticano

“Sim, estamos a preparar-nos para a chegada do papa, como de resto sempre fizemos. Mas desta vez será maior para mostrarmos o nosso amor, a nossa afeição, a nossa solidariedade com o Papa”, refere
o padre da igreja de Castel Gandolf.

O retiro inédito de um papa em mais de seis séculos será então o último ato de uma história e o início de mais um capítulo de uma igreja que vive tempos difíceis.