Última hora

Última hora

Itália: Bersani não quer coligação com centro-direita

Em leitura:

Itália: Bersani não quer coligação com centro-direita

Tamanho do texto Aa Aa

Em Itália um governo estável saído das eleições parlamentares, no início desta semana, continua a ser uma miragem. O líder do Partido Democrata, Pier Luigi Bersani, afirmou ao jornal La Repubblica que não vai existir uma grande coligação no país: o centro-esquerda não vai unir-se aos partidários de Berlusconi para obter a confiança do parlamento.

A coligação encabeçada pelo Partido Democrata conseguiu a maioria absoluta na câmara dos deputados mas o senado escapou ao seu controlo. A chave do governo está nas mãos do comediante Beppe Grillo, cabeça de cartaz do Movimento 5 Estrelas. O seu discurso antissistema político ecoou nas urnas de voto e transformou o movimento no partido mais votado. Os 54 senadores que elegeu serão fulcrais para um eventual apoio a Bersani. Grillo afirmou durante a semana que não apoiaria nenhum governo mas as divergências começam a surgir no seio do movimento. Alguns apoiantes manifestaram já o seu desacordo no blogue do comediante. A mediação do presidente italiano, Giorgio Napolitano, será decisiva para dotar o país de um governo estável.