Última hora

Última hora

Combates intensificam-se no norte do Mali

Em leitura:

Combates intensificam-se no norte do Mali

Tamanho do texto Aa Aa

As tropas francesas garantem que cerca de 50 terroristas foram mortos no Mali desde sexta-feira. O presidente François Holande confirmou ainda que um soldado francês morreu durante os confrontos com os extremistas. Sobe então para três o número de baixas no exército francês desde o início da operação no Mali, a 11 de Janeiro.
Nos últimos dias, os combates intensificaram-se nas montanhas de Adrar Ifhogas.

Entretanto, continua sem ser confirmada oficialmente a morte do líder da Al-Qaeda no magrebe islâmico Mokhtar Belmokhtar. Apenas o exército do Chade garante que o islamita foi morto no norte do Mali. Recorde-se que Belmokhtar reivindicou o ataque ao complexo de gás em In Amenas a 16 de janeiro…que acabou com a morte 37 estrangeiros.

Já na sexta-feira, o presidente do Chade tinha garantido que outro dos líderes da Al-Qaeda no Magrebe Islâmico, Abou Zeid tinha sido morto. Mas esta morte também ainda não foi confirmada pelas tropas francesas.

Nos últimos dias, junto à chamada ilha de Kadji, no norteste do Mali, as tropas do país entraram numa zona conhecida como refúgio dos rebeldes. Nesta operação foram detidas 50 pessoas…suspeitas de serem terroristas.
O exército do Mali acredita que mesmo a população desta região de Kadji dá apoio aos extremistas ligados à Al-Qaeda.