Última hora

Última hora

O Papa veste Gammarelli

Em leitura:

O Papa veste Gammarelli

Tamanho do texto Aa Aa

Todos os caminhos vão dar a Roma e, quando se trata de vestir o Papa, todos sabem que é na Via Santa Chiara ,39, que se encontra tudo o que é tudo. A vitrine é muito simples, mas o profissionalismo é evidente.

Na história Casa Gammarelli, os alfaiates da Santa Sé confecionam as vestes que o Papa eleito veste na primeira aparição pública. As medidas não são problema: já foram confecionadas três versões: pequena, média e grande.

A túnica branca, cinta branca de seda, manto vermelho de veludo (romeira) um solidéu branco sobre um tecido vermelho.

Lorenzo Gammarelli, alfaiate:

“Temos três túnicas de lã branca e uma capa vermelha de veludo para o Papa recém-eleito usar quando for à janela abençoar a multidão .“para que não haja contratempos” na hora do Habemus Papam, “

A batina do Sumo Pontífice é branca; como as demais batinas possui três pregas na parte de trás e dos lados, possui uma fileira de botões na frente com 33 botões e 5 botões em cada um dos punhos. A batina do papa consta com o tradicional colarinho romano.

A empregada da Casa, a senhora Palombini, explica:

“Dobraram as três batinas, cada uma na sua caixa, consoante o tamanho, com todos os acessórios, o solidéu que ele usa na cabeça, os sapatos (múleos), a faixa branca com o brasão pontifício bordado nas duas extremidades. Cada caixa corresponde a um conjunto para o Papa, depende de quem será e como: uma caixa de pequeno porte, uma de médio e outra grande, mas ninguém sabe. “

Há mais de um século, que a casa Gammarelli confecciona as vestes papais. Eram clientes da loja, mesmo antes de se tornarem Sumo Pontífices os papas Pio XI, João XXIII, João Paulo I e Bento XVI.