Última hora

Última hora

Soldados sírios mortos no Iraque no dia em que os rebeldes avançam no terreno

Em leitura:

Soldados sírios mortos no Iraque no dia em que os rebeldes avançam no terreno

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 40 soldados sírios e sete iraquianos morreram numa emboscada. Fontes oficiais explicam que os soldados entraram no Iraque para fugir aos confrontos na Síria mas que iam ser entregues às autoridades do seu país, na fronteira com a província iraquiana de Al Anbar.

Na Síria, os rebeldes controlam, agora, grande parte da cidade de Raqqa, tendo expulsado as tropas governamentais desta cidade no norte do país. Uma estátua de bronze do pai e antecessor do presidente sírio foi derrubada.

No Ocidente o Secretário de Estado Norte-americano, John Kerry, prometeu continuar a ajudar a oposição síria, já Shimon Peres, o presidente israelita, afirma, em entrevista exclusiva à Euronews, que uma intervenção estrangeira no terreno é impossível e que tem de ser a Liga Árabe a evitar um banho de sangue:

“A Síria é um país árabe. Os árabes conhecem melhor o que está a acontecer no terreno. Nós somos estrangeiros. Acho que a Liga Árabe deve construir um governo de transição, para um ano ou dois anos e isso deve ser apoiado pelas Nações Unidas.”

Uma entrevista que pode ser vista, na íntegra, esta terça-feira às 19h10, hora de Portugal.