Última hora

Última hora

China continua a investir na defesa

Em leitura:

China continua a investir na defesa

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo terceiro ano consecutivo, o orçamento de defesa chinesa, em segurança, será aumentado. A China divulgou, esta terça-feira, um aumento de 10,7 por cento nas despesas militares.

Apesar de um maior investimento com a defesa as autoridades chinesas garantem que não procuram a guerra, como explica o Almirante Wang Jianxin:

“Nós não queremos uma guerra. Mas os militares chineses estão, firmemente, determinados em garantir a segurança, interesses, soberania e território da China”.

O poderio militar da China é uma preocupação crescente para os seus vizinhos e para os Estados Unidos. São conhecidas as contendas territoriais com o Japão, Filipinas e Vietname:

Alexander Huang, professor da Universidade de Tamkang afirma:

“Contam-nos muitas histórias, incluindo sobre o investimento em exercícios militares navais, aéreos e com tecnologia de mísseis.”

Também os gastos na segurança interna aumentaram. Uma resposta ao crescente número de incidentes. Há quem sugira que a China está mais preocupada com a desestabilização interna do que com qualquer ameaça externa.