Última hora

Última hora

"Comandante Chávez foi atacado" com cancro, afirma vice-presidente da Venezuela

Em leitura:

"Comandante Chávez foi atacado" com cancro, afirma vice-presidente da Venezuela

Tamanho do texto Aa Aa

O vice-presidente da Venezuela acusou esta terça-feira “os inimigos históricos” do país de terem provocado o cancro a Hugo Chávez. Nicolas Maduro afirmou que o cancro foi um “ataque”, entre as muitas “conspirações” contra o chefe de Estado, há 14 anos no poder.

O vice-presidente esteve reunido com os mais altos responsáveis militares e políticos da Venezuela depois do anúncio da degradação do estado de saúde do presidente reeleito.

Maduro não tem “nenhuma dúvida” que uma comissão científica irá confirmar que “o comandante Chávez foi atacado com esta doença”.

A Venezuela também anunciou a expulsão de um adido militar norte-americano por “conspiração”.

À porta do hospital militar onde o presidente está internado, os apoiantes de Chávez vivem momentos de angústia, rezando para que o seu estado de saúde melhor, apesar de Maduro ter dito que o “comandante” vive “as horas mais difíceis” desde a operação, a quarta a que foi submetido, em Cuba, no passado mês de dezembro.