Última hora

Última hora

Salão de Genebra entre a crise e o luxo

Em leitura:

Salão de Genebra entre a crise e o luxo

Tamanho do texto Aa Aa

A octogésima terceira edição do Salão de Genebra abriu, esta terça-feira, com nuvens no horizonte.

2012 foi um ano de quebras de vendas na Europa. No ano passado venderam-se cerca de 12 milhões de automóveis novos no velho continente, uma queda de 8 por cento em relação a 2011.

Os produtores viram-se agora para os novos mercados emergentes.

“Em primeiro lugar é ir para onde o crescimento está a acontecer. Em segundo é temos de estar em modo de resistência na Europa,” disse o diretor executivo da Renault, Carlos Ghosn.

À revelia da crise, marcas como a McLaren, Ferrari ou Lamborghini
prometem apresentar vários modelos de luxo.

Para ver e admirar no Salão automóvel de Genebra, até 17 de março.