Última hora

Última hora

Bruxelas multa Microsoft em 561 milhões de euros

Em leitura:

Bruxelas multa Microsoft em 561 milhões de euros

Tamanho do texto Aa Aa

Uma multa de 561 milhões de euros é quanto terá de pagar a Microsoft por não ter permitido aos utilizadores a possibilidade de escolherem o navegador de Internet numa versão do Windows 7.

O grupo informático norte-americano já assumiu a “total responsabilidade” pelo erro técnico mencionado pelo comissário europeu para a Concorrência, Joaquin Almunia.

“Embora a Microsoft tenha disponibilizado uma função de opção no ecrã, em março de 2010, conforme foi decidido, essa opção não foi implementada no lançamento do pacote de serviços 1 do Windows 7, em Maio de 2011”, explicou o comissário.

A chamada de atenção da Comissão Europeia foi feita em 2009, mas a empresa não cumpriu os compromissos assumidos de remediar o problema.

Entre maio de 2011 e julho de 2012, os clientes que compraram este software não podiam escolher um navegador diferente do Internet Explorer.

A Microsoft pediu desculpas e prometeu evitar o mesmo erro no futuro.