Última hora

Última hora

Eleições egípcias adiadas

Em leitura:

Eleições egípcias adiadas

Tamanho do texto Aa Aa

A presidência egípcia diz que vai respeitar a decisão do tribunal administrativo sobre a data das eleições.

A confusão está lançada depois do tribunal ter ordenando o cancelamento do decreto do presidente Mohamed Morsi que fixava o início da votação em abril.

O decreto Administrativo aumentou a incerteza política no país numa altura de agitação social e crise económica.

Muitos partidos da oposição anunciaram que boicotariam a votação, que deveria ser realizada em quatro etapas, estando a última prevista para final de junho.

Aumentam desta forma as incertezas políticas e atrasa-se a intervenção de um possível acordo com o FMI .

É improvável que o FMI conceda qualquer ajuda financeira face à agitação social e à falta de consenso político.