Última hora

Última hora

Itália: Berlusconi condenado a um ano de prisão

Em leitura:

Itália: Berlusconi condenado a um ano de prisão

Tamanho do texto Aa Aa

O ex-primeiro-ministro italiano, Sílvio Berlusconi., foi condenado a um ano de prisão. O tribunal de Milão condenou Berlusconi por violação do segredo de justiça, durante a instrução do processo sobre a tentativa de compra do Banco Nacional de Livorno pela seguradora UNIPOL.

O tribunal de Milão considerou “il cavalieri” culpado da publicação em 2005, no Il Giornale, pertencente à família Berlusconi, da transcrição do conteúdo de uma cassete abrangida pelo segredo de instrução.

A cassete revelava o conteúdo de uma conversa, obtida através de escuta telefónica, entre o dirigente da esquerda italiana na época, Piero Fassino e o presidente da seguradora UNIPOL, Giovanni Consorte, numa altura em que a companhia tinha lançado uma OPA sobre o banco de Livorno.

Para além da fuga de informação, o tribunal considerou que o caso provocou prejuízo político a Fassino e acordou-lhe uma indemnização de 80 mil euros.

A defesa de Berlusconi vai recorrer da sentença. O recurso suspende automaticamente a pena. Em Itália, as penas de prisão inferiores a dois anos, quando o réu tem mais de 75 anos, normalmente não são aplicadas.

Este é um dos três julgamentos previstos para Berlusconi este mês de março.

Também hoje, o supremo tribunal ilibou o ex-chefe do governo no processo por fraude fiscal relacionado com o seu grupo de media, Mediaset.