Última hora

Última hora

Síria: A determinante batalha de Alepo

Em leitura:

Síria: A determinante batalha de Alepo

Tamanho do texto Aa Aa

Casas abandonadas…ruas solitárias…escassos vestígios do que foi a vida aqui.

Bem vindos ao bairro de Karm Al-Jazmati que, para desventura dos habitantes, se situa junto do aeroporto internacional de Alepo, onde se travam os mais intensos combates pelo controlo da segunda cidade síria.

“Com a vontade de Alá, alcançaremos a vitória em poucos dias. Com a vontade de Alá, poremos fim a esta situação e derrotaremos os cães de Assad”, sublinha o comandante Quteiba.

Karm Al-Jazmati é o centro dos confrontos na linha da frente. Avançamos com um grupo de combatentes rebeldes até essa mesma linha da frente. Evitando os franco-atiradores e passando por buracos abertos em antigas residências, para evitarmos ser vistos pelos soldados de Bashar al Assad, chegámos às paredes atrás das quais se disparam os tiros.

“Estamos próximos do aeroporto internacional de Alepo”, explica o comandante Quteiba, “a uns 20 metros mais concretamente e, com a ajuda de Alá, vamos tomá-lo em poucos dias, muito poucos”.

Assomar-se aqui para poder comprovar de onde se dispara provoca estremecimento, mas, sobretudo, respeito. Ao fim e ao cabo, isto é uma guerra e ainda que do outro lado haja uma quietude aparente, garantem-nos que estamos a ser vistos.

A bandeira do regime sírio oscila desafiadora. Aqui, teme-se que se o exército vê a sua posição em perigo, possa destruir o aeroporto antes de entregá-lo aos rebeldes.

Mas isso não assusta os combatentes, que mantém o moral intacto. Aqui, tanto se luta como se reza..

“Considera-se que a frente do aeroporto, onde nos encontramos, é determinante para a vitória final na batalha de Alepo. Quem a ganhar, conquistará não só a cidade, mas dará um passo muito importante no caminho para a frente seguinte, Damasco”, Pablo Herrera, para a Euronews.