Última hora

Última hora

Estado de emergência em Port Said

Em leitura:

Estado de emergência em Port Said

Tamanho do texto Aa Aa

Indignados com a confirmação das penas de morte para 21 adeptos de futebol por um tribunal egípcio, manifestantes tentaram em Port Said bloquear o Canal do Suez, uma importante via para o comércio global.

As sentenças dizem respeito aos distúrbios no jogo entre o Al-Ahly e o Al-Masry no ano passado. Mais de 70 pessoas morreram. Há quem aponte o dedo às autoridades. “O comandante da segurança de Port Said, o ministro do Interior, os serviços secretos de Port Said e toda a segurança do clube, Eles é que devem ser executados, eles dirão a verdade”, diz um manifestante.

Várias ações foram realizadas para impedir o tráfego marítimo, mas sem sucesso de acordo com as autoridades. O estado de emergência foi declarado na Península do Sinai.

Apesar da indignação, 21 adeptos de futebol vão ser enforcados. 73 outros receberam sentenças mais leves.