Última hora

Última hora

Defesa de Singh contesta tese de suicídio

Em leitura:

Defesa de Singh contesta tese de suicídio

Tamanho do texto Aa Aa

O condutor do autocarro, onde seguia a jovem torturada e violada há três meses na Índia, ter-se-á enforcado na prisão.

Esta é, pelo menos, a versão das autoridades em Nova Deli. A defesa de Ram Singh, um dos seis arguidos no caso de violação coletiva e homicídio de uma estudante de 23 anos, considera que a tese de suicídio não faz sentido.

“O que aconteceu na prisão ainda não é claro, mas nada indica que Ram Singh se tenha suicidado” afirma o advogado de defesa.

Uma hipótese também já descartada pela família de Singh.

A presidente da Comissão Nacional para as Mulheres tem outra opinião:

“é possível que se tenha suicidado por causa da vergonha e por causa de uma depressão.”

O ministro do Interior considera que a morte de Singh se ficou a dever a uma falha na segurança no estabelecimento prisional, em Nova Deli, e pediu a abertura de um inquérito para apurar responsabilidades.