Última hora

Última hora

Parlamento húngaro avança com polémicas emendas à Constituição

Em leitura:

Parlamento húngaro avança com polémicas emendas à Constituição

Tamanho do texto Aa Aa

Indiferente à pressão internacional, o Parlamento húngaro aprovou, esta segunda-feira, um conjunto de emendas à Constituição que os críticos dizem constituir um ataque à democracia.

A redução das competências do Tribunal Constitucional é uma das alterações mais polémicas.

A iniciativa do partido conservador, no poder, que apoia o primeiro-ministro foi contestada pela principal força da oposição. Os socialistas do MSZP não participaram na sessão parlamentar em sinal de protesto contra a quarta ronda de emendas à lei fundamental.
A maioria de dois terços do Fidesz no parlamento foi, no entanto, suficiente para avançar com as modificações.

Dentro e fora do país, são muitos os que contestam as alterações à Constituição, adotada em 2012.

Bruxelas deixa um aviso à Hungria e promete utilizar os instrumentos necessários para garantir o respeito das leis europeias.