Última hora

Última hora

Os primeiros passos do futuro Papa

Em leitura:

Os primeiros passos do futuro Papa

Tamanho do texto Aa Aa

Os cardeais exortaram hoje, no Vaticano, à realização de “um trabalho conjunto para construir a unidade da Igreja” e à “cooperação com o sucessor de Pedro”.

O pedido foi feito durante a missa “Pro eligendo romano pontifice”, celebrada na basílica de São Pedro, antes do início do conclave.

A Igreja católica, que conta perto de 1,2 mil milhões de fiéis, atravessa um período conturbado, marcado por várias contestações,

Alberto De Filippis, da Euronews, falou com o arcebispo italiano Salvatore Rino Fisichella, sobre os primeiros desafios do sucessor de Bento XVI.

Alberto De Filippis – Quais serão os primeiros passos a dar pelo próximo Papa?

Arcebispo Fisichella – Penso que o primeiro passo será sempre o mesmo. A nova evangelização e trazer de volta o entusiasmo, a frescura do evangelho juntamente com o seu “radicalismo”.
Nas igrejas de tradições antigas como as da Europa e da América do norte, que ainda estão submetidas a uma forte tensão do secularismo devemos libertar-nos um pouco da segurança adquirida com o decorrer do tempo.

Os 115 cardeais eleitores recolhem-se na capela Sistina, para eleger nos próximos dias o 266.º papa da história.