Última hora

Última hora

Expectativa e curiosidade dominavam Praça de São Pedro

Em leitura:

Expectativa e curiosidade dominavam Praça de São Pedro

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de esta quarta-feira de manhã, período em que decorreram duas votações sem fumo branco na Capela Sistina, milhares de pessoas aguardavam ainda pela tarde a eleição do novo Papa. A euronews, presente ao longo de todo o conclave na Praça de São Pedro, procurou perceber o estado de espírito que se vivia diante da Capela Sistina antes da decisão e perguntámos, primeiro, a um peregrino argentino se sentia dececionado. “Nada disso. Não podemos esperar que as coisas se decidam de um dia para o outro. Há muita expectativa e… bom, nós estaremos aqui à espera. Quem sabe?”, respondeu o sul-americano.

Dois monges malteses passaram, entretanto, pela nossa reportagem. Interrompemos-lhes a marcha para os questionarmos sobre a votação que decorre na Capela Sistina. “Gostava que o escolhido fosse alguém um pouco mais jovem, talvez mais do que o último Papa que tivemos. Acredito, contudo, que não será a idade que fará a diferença porque, como vimos, Bento XVI foi um Papa muito bom”, respondeu-nos um dos monges.

A uma peregrina brasileira perguntámos se haveria hipótese de o escolhido ser um dos compatriotas apontados ao lugar que já foi de João Paulo II: João Braz de Aviz ou Odilo Sherer? “Ninguém sabe. Se for brasileiro será uma alegria única. O mais importante, porém, é que o escolhido seja a pessoa mais bem preparada aos olhos de Deus para orientar a igreja e a humanidade”, defendeu.

Mas nem todos estavam na Praça de São Pedro a aguardar pela escolha do novo Papa. Um grupo bem-disposto de jovens com feições orientais chamou-nos a atenção. “O que fazem aqui?”, perguntámos. “Estamos a ver as vistas”, responderam-nos a rir.