Última hora

Última hora

Gronelândia: oposição vence esquerda independentista

Em leitura:

Gronelândia: oposição vence esquerda independentista

Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez na história, uma mulher pode vir a ser nomeada chefe de governo da Gronelândia, território autónomo da Dinamarca.

De acordo com os resultados provisórios, o principal partido da oposição venceu as eleições legislativas desta terça-feira.

O Siumut, formação social-democrata de Aleqa Hammond terá conquistado 42 por cento dos votos, mais oito que o partido independentista da extrema-esquerda, no poder desde 2009.

A campanha eleitoral ficou marcada por discussões em torno de um polémico projeto de lei aprovado no Parlamento que abre caminho à atividade mineira em grande escala

A oposição admite que é preciso atrair investimento estrangeiro, mas não a qualquer preço e quer, por isso, avançar com um referendo

A Gronelândia gere, desde 2009, por conta própria os recursos naturais, mas os líderes políticos divergem na forma como deve ser feita esta exploração.