Última hora

Última hora

China tem novo primeiro-ministro

Em leitura:

China tem novo primeiro-ministro

Tamanho do texto Aa Aa

A China tem um novo primeiro-ministro depois de há um dia ter eleito um novo presidente.

Li Keqiang foi nomeado pela Assembleia Nacional Popular em Pequim e sucede a Wen Jiabao. Na votação, Li Keqiang recebeu 2940 votos a favor, 3 contra e 6 abstenções.

A transição geracional no poder assim completa na segunda maior economia do mundo.

Nas ruas de Pequim há noção de que os novos chefes de Estado e de governo têm grandes desafios pela frente. “Espero que a nova liderança, incluindo o presidente e o primeiro-ministro, governem bem o país, que as pessoas possam ter uma vida mais abastada e que tenham mais posses para comprar um apartamento e progredir mais no dia-a-dia”, diz um chinês.
“Penso que a China enfrenta uma situação difícil internamente. Temos grandes problemas ligados a propriedade, serviços de saúde, pensões e à transição económica. Quanto à política internacional, temos a disputa das ilhas Diaoyu com os japoneses, temos o assunto da Coreia do Norte e pressões dos Estados Unidos. Tudo isso precisa ser resolvido depressa”, diz outro.

Li Keqiang, que é o também o número dois do Partido Comunista Chinês, tem pela frente um mandato de cinco anos, mas à semelhança dos antecessores deverá ficar à frente do governo durante dois mandatos, ou seja, uma década.