Última hora

Última hora

Dirigentes do mundo inteiro na missa inaugural do Papa Francisco

Em leitura:

Dirigentes do mundo inteiro na missa inaugural do Papa Francisco

Tamanho do texto Aa Aa

A Praça de São Pedro, no Vaticano, recebe hoje 31 presidentes e delegações de 132 países, bem como trezentos mil fiéis, para a missa inaugural do pontificado do Papa Francisco.

A compatriota argentina Cristina Fernandez Kirchner foi a primeira chefe de Estado a ser recebida pelo novo Papa. Um encontro cordial, no qual foram evitados os assuntos que, nos últimos anos, têm oposto a presidente e o ex-arcebispo de Buenos Aires, como o casamento homossexual ou a legislação sobre o aborto.

Os Estados Unidos estarão representados pelo vice-presidente Joe Biden, que chegou ontem a Roma. Um dos visitantes mais polémicos é o presidente do Zimbabué, Robert Mugabe. Acusado de violações dos Direitos Humanos no seu país, o mais velho chefe de Estado africano está proibido de viajar na União Europeia, mas beneficia de um salvo-conduto religioso na deslocação ao Vaticano.

O presidente português, Anibal Cavaco Silva, anunciou a intenção de convidar oficialmente em Roma o Papa Francisco a visitar Portugal em 2017, por ocasião do centenário das Aparições de Fátima.