Última hora

Última hora

Regiões francesas e malianas preparam desenvolvimento do Mali no pós-guerra

Em leitura:

Regiões francesas e malianas preparam desenvolvimento do Mali no pós-guerra

Tamanho do texto Aa Aa

Com a guerra ainda no terreno, os líderes das regiões francesas e malianas antecipam o futuro e o desenvolvimento do Mali.

Com esse objetivo, reuniram-se em Lyon para promover a retoma económica do país, através de projetos de desenvolvimento descentralizados.

A iniciativa é do ministério francês dos Negócios Estrangeiros e o ministro, Laurent Fabius, explica:

“Nós estamos a ganhar a guerra e é preciso também ganhar a paz. Para isso, há toda uma série de ações a nível democrático e de desenvolvimento, com as coletividades locais, o Estado francês, a Europa e as organizações internacionais. Todos têm que ajudar a este desenvolvimento. Para isso, temos que garantir a segurança”.

Garantir a segurança é talvez a missão mais difícil, ainda que a França tenha anunciado a retirada militar até Junho e o Mali tencione organizar eleições em Julho.

O ministro maliano dos Negócios Estrangeiros, Tieman Coulibaly, mostra-se otimista:
“Enquanto for necessário, pediremos a ajuda e a assistência da França. Mas queremos rapidamente construir as capacidades operacionais do exército de maneira a que não tenhamos, por muito tempo, tropas estrangeiras no nosso país”

“Resta ainda saber se o calendário para a retirada pode ser cumprido. Porque, apesar dos anúncios, particularmente da ajuda à transição democrática e ao desenvolvimento, a agenda poderá esbarrar com as dificuldades do terreno”, esclarece o nosso repórter para as questões africanas, François Chignac.