Última hora

Última hora

Obama inicia visita ao Médio Oriente com fracas expectativas

Em leitura:

Obama inicia visita ao Médio Oriente com fracas expectativas

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente norte-americano inicia hoje em Telavive a primeira visita ao Médio Oriente, carregada de simbolismo, mas fraca em termos de expectativas sobre o estagnado processo de paz israelo-palestiniano.

A própria Casa Branca minimizou as esperanças em quaisquer avanços, contrariando as afirmações feitas durante o primeiro mandato de Barack Obama, de que só visitaria o Estado hebraico quando tivesse algo concreto para realizar.

Obama deverá confirmar às autoridades israelitas o compromisso com a segurança face à ameaça nuclear do Irão, antes de se deslocar à Cisjordânia, onde os palestinianos tentarão convencer o presidente norte-americano a implicar-se mais no processo de paz.

O chefe negociador palestiniano, Saeb Erekat, diz que “aprecia a visita de Obama”, que “no segundo mandato, poderia ter escolhido qualquer outro lugar da Terra para visitar, mas escolheu a Palestina, a Jordânia e Israel”. Algo que, na perspetiva de Erekat, “reflete o compromisso de Obama com a implementação da solução de dois Estados de 1967”.

O primeiro ato do presidente norte-americano à chegada a Israel, será inspecionar uma bateria do sistema antimíssil Cúpula de Ferro, financiado pelos Estados Unidos e frequentemente usado para proteger a população hebraica dos ataques de “rockets” provenientes da Faixa de Gaza.