Última hora

Última hora

Críticas e elogios na visita de Obama ao Médio Oriente

Em leitura:

Críticas e elogios na visita de Obama ao Médio Oriente

Tamanho do texto Aa Aa

Mesmo se a receção de Mahmud Abbas a Barack Obama foi calorosa, o mesmo não se pode dizer das ruas dos territórios palestinianos.

A visita do presidente norte-americano foi rodeada de uma certa hostilidade, já que os palestinianos culpam a administração Obama pelo falhanço das negociações para o fim da construção de colonatos israelitas.

A visita resumiu-se à Cisjordânia. Obama não visitou Gaza, controlada pelo Hamas. Em jeito de aviso, o grupo islamita lançou esta manhã dois rockets sobre Israel.

A visita ao Médio Oriente não traz nenhuma nova proposta de paz, serve apenas para novas consultas com ambos os lados.

Esta é a primeira visita de Obama a Israel e à Palestina e também a primeira visita oficial desde que tomou posse para o segundo mandato.

Em Israel, Obama foi também recebido com algumas críticas. O presidente americano é mal visto por alguns setores do país, por causa de políticas no primeiro mandato vistas como hostis a Israel.

No entanto, a imprensa elogiou esta visita e disse que Obama veio trazer uma mensagem de confiança. Durante os primeiros quatro anos na Casa Branca, o Médio Oriente foi uma das grandes prioridades da política externa do presidente.