Última hora

Última hora

Governo cipriota submete plano B ao parlamento

Em leitura:

Governo cipriota submete plano B ao parlamento

Tamanho do texto Aa Aa

O tempo está a esgotar-se para o governo cipriota, assim como para os bancos do pais, encerrados desde sábado e assolados por uma verdadeira corrida às caixas automáticas.

Segundo os media de Chipre, as reservas bancárias poderiam esgotar-se nas próximas horas, quando o governo submeteu esta noite ao parlamento um plano de resgate alternativo, baseado na criação de um fundo de investimento de solidariedade.

Uma medida à qual se poderá somar a reestruturação do segundo banco do país, o banco popular.

Centenas de trabalhadores do banco concentraram-se desde esta tarde frente ao parlamento em Nicosia.

“Temos medo que todo o sistema se desmorone, hoje o Banco Popular de Chipre e amanhã o resto dos bancos e com eles o país inteiro, é isso temos medo”.

Segundo o banco central cipriota, a reestruturação da instituição permitira salvaguardar mais de 90% das contas bancárias, assim como a maioria dos postos de trabalho.

As propostas votadas esta noite no parlamento deverão ser submetidas ao eurogrupo que, reunido esta noite, por conferência telefónica, afirmou estar pronto a negociar um plano B, desde que respeite os parâmetros anteriormente definidos.

A agência de notação Standard & Poors não esperou pela nova proposta para degradar a nota de Chipre de CCC+ para CCC com perspetiva negativa, num momento em que o Banco Central Europeu ameaça cortar o crédito de emergência ao país se não for encontrada uma solução até segunda-feira.