Última hora

Última hora

Mortos e feridos em violência sectária

Em leitura:

Mortos e feridos em violência sectária

Tamanho do texto Aa Aa

Violência sectária no Myanmar provoca pelo menos 10 mortos, 20 feridos e o receio de que as reformas democráticas possam ser afetadas.

Foi o segundo dia de confrontos entre budistas e muçulmanos em Meikhatila. A onda de violência terá sido originada pela altercação entre um casal budista e um comerciante de ouro islâmico. Uma mesquita, uma escola muçulmana, inúmeras lojas e um edifício do governo foram incendiados.

Um responsável local comentou o sucedido. “Estou muito desapontado com o que aconteceu aqui porque foi só com uma pessoa. Isto está a afetar tudo e todos. Como budista não quero ninguém se magoe”, disse.

Os confrontos levantam receios de que a violência sectária possa alastrar-se ao resto do país de maioria budista em que 5 % dos 60 milhões de pessoas são muçulmanas.

A ONU alertou para o eventual efeito nefasto nas reformas políticas em curso, encetadas com o início do fim da ditadura militar em 2011.