Última hora

Em leitura:

UE e Rússia "medem forças" sobre Chipre e Síria


A redação de Bruxelas

UE e Rússia "medem forças" sobre Chipre e Síria

Energia, comércio, vistos são os temas triviais da habitual reunião bienal entre o Governo da Rússia e a Comissão Europeia. Mas o encontro desta quinta-feira, em Moscovo, não deixará de dar destaque a temas quentes como a guerra na Síria e os interesses russos em Chipre, membro da UE que luta por um resgate.

No que toca ao segundo tema, o analista Marat Terterov, diretor do Fórum Europeu de Geopolítica, considera que “há mais condições para competição do que para cooperação. Isso, simplesmente, porque tanto Bruxelas como Moscovo têm interesses significativos em Chipre. No entanto, penso que qualquer assistência financeira russa, via investimento direto, será feita com muita prudência por parte de Moscovo, que exigirá contrapartidas comerciais muito claras”.

Face à pergunta da euronews sobre a necessidade da Rússia ter um posto avançado no Mediterrâneo e de ter de optar entre Síria e Chipre para aliado, o analista diz que não deverá haver uma escolha.

“Não creio que Moscovo esteja disposta o escolher um só “cesto para os seus ovos”, seja Síria ou Chipre. Prefere, como se diz, ter o melhor dos dois mundos”, referiu Marat Terterov.

Dois temas que têm dificultado o entendimento entre UE e Rússia, na luta por influência geopolítica. Mesmo assim, os dois blocos continuam a negociar um novo acordo de Parceria e Cooperação.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

A redação de Bruxelas

Presidente do Eurogrupo assume responsabilidade pela crise em Chipre