Última hora

Última hora

Paquistão: Musharraf na mira da justiça e grupos radicais islâmicos

Em leitura:

Paquistão: Musharraf na mira da justiça e grupos radicais islâmicos

Tamanho do texto Aa Aa

De exilado a futuro candidato presidencial. Pervez Musharraf chegou, este domingo, ao Paquistão ao fim de mais de quatro anos de exílio.

O regresso à cena política do homem que assumiu a chefia do Estado entre 1999 e 2008 ainda não está garantido. Musharraf responde por três processos, entre eles pela morte da antiga primeira-ministra Benazir Bhutto. Evitou ser detido quando entrou no país, mas a decisão pode ser invalidada pelo Supremo Tribunal.

O ex-presidente paquistanês está, também, na mira dos grupos radicais islâmicos. Ameaçado de morte caso voltasse a entrar no país devido à aliança com os Estados Unidos após os atentados de setembro de 2001, Musharraf diz ter voltado para salvar o Paquistão.

As eleições gerais estão marcadas para 11 de maio.