Última hora

Última hora

Estados Unidos: canivetes permitidos a bordo dos aviões a partir de abril

Em leitura:

Estados Unidos: canivetes permitidos a bordo dos aviões a partir de abril

Tamanho do texto Aa Aa

Os cortes nos gastos públicos dos Estados Unidos já estão a ter consequências nos aeroportos norte-americanos.

A redução de pessoal está a provocar longas filas de espera. Em matéria de segurança, também há algumas alterações.

As autoridades mostram-se mais flexiveis, mas não em relação aos produtos alimentares

“Estou à procura dos cubos maggi: caldos de carne usados para fazer sopa. Se forem de vaca não há problema, mas se forem de galinha é diferente porque este passageiro vem dos Camarões onde há a gripe das aves. Por isso, não é permitido” refere uma agente de segurança.

A partir de abril os passageiros vão ser autorizados a transportar, por exemplo, canivetes no avião. Uma decisão justificada com a necessidade de reforçar o controlo de materiais explosivos.

“Os nossos oficiais são treinados para detetar o que é necessário nas malas e nas pessoas. Para além disso utilizamos também tecnologia como, por exemplo, o raio X que ajuda a detetar anomalias nas malas” refere Stephen Sapp do Serviço de Alfandegas e Proteção de fronteiras.

A competência não está em causa, mas sim os números. Os recursos humanos e técnicos foram os primeiros a sentir os efeitos dos cortes automáticos em vigor.

“Hoje devia trabalhar oito horas, mas já fiz uma hora extra e vou continuar a trabalhar” refere um agente de imigração.

Este sábado, o senado norte-americano aprovou a primeira resolução de orçamento em quatro anos.

Euronews: “Até agora os cortes orçamentais não tiveram impacto nas operações de segurança aeroportuárias e os agentes acreditam que as mudanças serão mínimas. Mas é evidente que o Congresso norte-americano tem a última palavra.”